segunda-feira, 31 de julho de 2017

Suculentas em Rolhas


Por enquanto não tenho grandes novidades sobre o quarto. Estou naquela fase de muita mão-de-obra em tarefas pequenas, de um jeito bem frustrante.

Mas tenho um monte de projetinhos paralelos e hoje o post é sobre um deles, de suculentas em rolhas. Eu já tinha visto fotos na internet e depois meu filho veio encantado me mostrar a mesma idéia. Virou um trabalho a quatro mãos. Tudo fácil e rápido de fazer, com um resultado que vale muito a pena!

A primeira tarefa é de escavar as rolhas (meu filho ganhou um pacote na Decanter, o que foi muito bacana!). Já vi muita gente usando uma faca, mas com a furadeira foi tão, tão fácil! Usei a maior broca que eu tinha (uma polegada), segurando cada rolha na posição com a ajuda de um alicate.


Fizemos muitas. Para variar um pouquinho os modelos, furamos duas delas de lado, com dois furos cada. Depois eu uni os furos escavando a seção entre eles com um formão para entalhes em madeira.


Troquei a broca por uma menor e fiz um furo bem raso só para encaixar os ímãs que eu já tinha. Depois colamos com cola instantânea (que não foi tão instantânea assim).O único cuidado é prestar atenção em que parte da rolha você quer que fique para frente na hora de posicionar o ímã.




Hora das suculentas! Colocamos um pouco de terra em cada rolha e plantamos nossas mudas.


Nossa primeira rolha pronta!



E muitas outras vieram na sequência!



Por enquanto colocamos na geladeira sem nenhum arranjo especial, mas elas já deixaram o visual muito mais charmoso. E ainda podem virar um presente diferente e super criativo para quem curte suculentas. Que tal?


terça-feira, 18 de julho de 2017

A Parede

Olá, pessoal! Hora de acabar o suspense sobre o que escolhemos para a parede! Espero que vocês gostem!

Da minha parte, eu tinha uma leve preferência pelo shiplap, mas às vezes tendia para o board and batten. Sinceramente, também pesava o fato da instalação deste último ser muito mais fácil. Como o quarto é de duas pessoas e eu (quase) nunca deixo a opinião do meu marido de fora, quis saber o que ele achava e a resposta foi instantânea: "shiplap sem sombra de dúvidas". Então lá fui eu atrás da madeira e encomendei chapas com 20cm de largura.


Pintei todas tábuas de branco antes da montagem. Estava preparada para dar retoques depois da instalação, mas mesmo assim achei melhor para a espessura das chapas ficar bem feita e de evitar mais sujeira no quarto (fiz uma faxina caprichada depois que terminei a pintura das paredes).

Na base da parede estão estas duas caixas que precisavam de recorte. Marquei onde cada chapa deveria ser cortada, furei os cantos com uma furadeira e fiz os cortes retos com uma serra tico-tico. 



Ficaram com um acabamento super bom! Eu fiquei satisfeita!



O último corte foi na altura do interruptor, e depois só instalei tábuas inteiras até o final. A do topo deixei para cortar na hora da colocação para ajustar certinho com a sanca de gesso. Foi menos trabalhoso do que eu estava esperando.

E a parede ficou assim: 


De verdade, fiquei com um frio na barriga antes de começar. E se não ficasse bom? E o trabalho que daria para voltar atrás? Quase coloquei o projeto de lado, mas agora fico feliz de ter insistido. Deu um toque muito legal no quarto e vai fazer um bom pano de fundo para o que planejei para este cantinho.

Para quem reparou nas fotos, também já providenciei os suportes das cortinas (a barra só está marcada com alfinetes por enquanto). Detestei as peças que vi nas lojas. Mal pintadas, mal acabadas, sem o mínimo padrão de qualidade e muitas com riscos e amassados (isso porque ainda estavam sem uso!). 


Aí essa linha ouro velho me chamou a atenção. A cor era muito mais bonita e, em questão de qualidade, anos-luz à frente das outras. Mas o preço... ai, ai. Mais ou menos 160 reais por varão, mais 100 - 120 reais cada ponteira (não o par), 50 reais cada suporte e 50 reais por cada pacotinho de argolas (com 10 unidades, e eu precisava de 60)... considerando que eu precisava de 2 conjuntos completos, sairia uma pequena fortuna. 

Não queria gastar isso de jeito nenhum, mas também não me conformei em comprar as outras linhas mais baratas (e muito ruins). Não tive dúvidas: entrei em contato com a fábrica e fiz uma compra direto com eles. A economia foi de mais ou menos 70%, e isso porque no valor da compra eles já incluíram o frete para Curitiba.

E me apaixonei assim que chegaram em casa:


Depois de costurar 60 ganchos para pendurar as cortinas nas argolas:


E é aqui que estamos no momento. Minha impressão geral sobre o quarto é que, apesar da mudança na cor das paredes ter sido sutil, o efeito foi enorme. Nós nunca tivemos problema com a iluminação natural, mas agora o quarto está divino. Tudo encaixotado, móveis fora do lugar e eu estou achando ele delicioso mesmo assim. 

A promessa é que eu receba os suportes das prateleiras ainda esta semana, mas tenho que pintar, montar, etc. Vai um bom caminho até estarem na parede!

Tenham todos uma ótima semana!

terça-feira, 11 de julho de 2017

Devagar e Sempre...


Olá, pessoal! Não tenho postado muito porque até agora a transformação do quarto não estava em uma fase muito animadora de se acompanhar. O ritmo lento é resultado da decisão de fazer tudo sozinha. O lado positivo disso, além de manter o orçamento enxuto, é de que as coisas estão sendo super bem feitas, sem pressa.

Como já está tudo pintado, acho que agora vou conseguir ter atualizações mais interessantes para compartilhar por aqui. O painel de madeira vai ser terminado amanhã (vou deixar no ar o suspense de qual modelo escolhemos), e também tenho me ocupado de outros pequenos projetos que vão fazer parte do ambiente e dar o "clima" que eu escolhi para o quarto.

Um deles é esse quadrinho que mostro hoje. Adoro o estilo, mas não fazia parte do plano original. Foi uma daquelas idéias que a gente tem no meio do caminho. Nem sei se vou usar mesmo... mas aí está. 

Vi um piso de banheiro da H&M e me apaixonei (aliás, que bom que não tenho essa loja por perto, ou faria um estrago). Era este, de uma linha maravilhosa de acessórios de banheiro:


Dias depois, achei uma placa de mdf oval e ela me pareceu perfeita para o projeto. Comprei. Na verdade, comprei várias... acho que me empolguei!


Comecei pintando o fundo de preto e depois fiz as letras em branco. Voltei ao preto com um pincel finíssimo para acertar os contornos, já que em alguns pontos as linhas não estavam muito precisas. Fiquei com medo dessa demão ficar marcada, mas ela sumiu totalmente. Não tem nem sinal de onde foram feitos os retoques.


Sim, eu sei que eu poderia ter feito com adesivo. Seria mais fácil, mas também menos gratificante. Gosto de ver as coisas de verdade. E as texturas da madeira e da tinta deram um toque rústico que eu estou curtindo bastante... não teria a mesma graça com uma adesivo. 


Penso em usar a placa perto (ou dentro) daquela torre de madeira onde guardamos nossas roupas de banho. Achei que combinaria e por enquanto estou gostando da idéia. Vamos ver se ela vai dar certo!


O que vocês acharam? No próximo post eu mostro a parede com o painel de madeira! Torcendo para dar tudo certo na reta final!

Related Posts with Thumbnails